HP compra Palm

Lembram-se de vos termos dito que a HTC estava a pensar comprar a Palm, mas que depois desistiu?
Depois de (muito) se ter especulado sobre quem compraria a moribunda Palm, muitos (grandes) nomes vieram à baila: Lenovo, Huawei ou até mesmo a Apple ou a Microsoft perfilavam-se como grandes candidatos.

HP-Palm

Mas não. Para surpresa de muitos, quem se chegou à frente foi mesmo a HP.

Os nossos amigos do Engadget publicaram a conversa que tiveram com a HP e da qual podemos tirar algumas conclusões pertinentes.

Claramente a Palm não conseguiu fazer valer o seu novíssimo WebOS e os terminais Pré e Pixi. Má opção na escolha do parceiro de telecomunicações? Talvez. A concorrência directa com os três super pesos-pesados, leia-se Apple, Google e Microsoft, que é tudo menos leal? Certamente.
(Nota: quando digo que a concorrência destas três empresas é tudo menos leal quero dizer que qualquer uma delas tem uma dimensão muitíssimo maior que a da Palm permitindo-lhes alavancar muito melhor os seus produtos no mercado e recuperar muito mais facilmente de qualquer contratempo, ao contrário da Palm, à qual bastou uma má decisão para hipotecar o seu futuro)

Entra a HP que viu no WebOS um produto de qualidade e com potencial suficiente para poder (re)entrar em força, não só no mercado dos smartphones mas também nos segmentos emergentes dos Tablet PCs ou dos smartbooks, o que nos agrada bastante, diga-se de passagem…

Em suma, claramente que a Palm (sozinha) nunca teria a capacidade de, mesmo com um produto (muito) bom, ombrear com os restantes “monstros”, mas com a injecção de dinheiro fresco da HP e o suporte da sua rede mundial de distribuição e de parceiros empresariais, adivinham-se tempos novos e excitantes para a empresa “Avó dos PDAs”.

SW,out!

Fonte

Partilha a tua opinião!

O teu endereço de email não será publicado