Mais uma triste notícia para o mundo da informática. Morreu Dennis Ritchie, um dos pioneiros dos sistemas Unix e da linguagem C.

Dennis Ritchie

Mais uma vez a doença acabou por vencer e levou deste mundo um grande inventor. Dennis Ritchie deixa este mundo aos 70 anos de idade e deixa-nos também ideias, invenções, técnicas, ideologias, métodos, truques, linguagens, sistemas operativos e muitos outros conhecimentos na área da informática. O seu nickname era dmr.

Para aquela malta nova que está a ler este post e que não reconheceu logo o senhor da fotografia acima, então vejam lá se conhecem este livro:

The C programming language

Ah pois é. Dennis Ritchie é um dos inventores da linguagem C, muito conhecida pelos programadores (sejam quais forem as suas idades). É também um dos fundadores do sistema operativo Unix que mais tarde deu origem a vários outros sistemas operativos famosos como o MAC OS X, iOS, Android e Linux (e o Windows indirectamente pois também ele foi escrito em C).

Dennis Ritchie trabalhou quase toda a sua vida nos famosos Laboratórios Bell (que agora fazem parte da Alcatel-Lucent), responsáveis pela criação de inúmeras invenções na área das telecomunicações, informática e electrónica. Foram por exemplo os inventores das comunicações televisuais, inventaram o transístor e as células fotoeléctricas.

Durante a sua vida, Dennis Ritchie obteve o devido reconhecimento pelos seus feitos. Ganhou o prémio Turing Award, a medalha IEEE Richard W. Hamming, a medalha nacional da Tecnologia e ganhou o Japan Prize devido aos seus contributos no sistema operativo Unix.

Uma das suas frases mais famosas é:
“O Unix é basicamente um sistema operativo simples, mas precisamos de ser um génio para perceber a sua simplicidade” ;)

Obrigado por tudo dmr.

Fonte

Endereço de Email

2 COMENTÁRIOS

  1. Grande Mente! Já fiz muitos trabalhos em C e uso bastante o Unix e Android. Penso que todos nós principalmnete da área da informática estamos agradecidos mas tambem todos os outros (utilizadores de de IOS Android Unix MacOS…) de uma forma indirecta

Partilha a tua opinião