Se há algo que nos agrada é poder partilhar com alguém que esteja ao nosso lado algum conteúdo que tenhamos no smartphone. E coisa que nos chateia é não ter bateria. As duas ideias juntas formam o Bluetooth coisa que todos sabemos ser ávida em energia eléctrica.

WiGig

O WiGig é uma solução para esta dicotomia e parece estar prestes a surgir nos nossos equipamentos digitais!

O WiGig permite a comunicação entre dispositivos, sejam lá eles telemóveis, televisores, computadores e outros, a velocidades estonteantes, tudo isto sem fios no espectro dos 60GHz. As velocidades andam entre 1 e 7 Gbps, o que comparativamente às redes actuais, é mesmo muito.

É claro que isto tem o seu lado menos interessante: a distância para um correcto funcionamento é no máximo de 3 metros.

Ainda assim, e daí a comparação com o Bluetooth, o WiGig permite uma largura de banda altíssima, excelente para passar grandes quantidades de informação de um dispositivo para outro, tudo isto gastando apenas 0.6nj por bit.

Que valores estranhos são estes? Eu interroguei-me e fui à cata de informação, pois os tempos de escola já lá vão e a memória não está assim tão fresca. nj é a unidade nano Joule, isto é, a quantidade de energia necessária para transmitir um bit.

O WiGig é, comparativamente ao Bluetooth e até ao WiFi, muitíssimo poupado, no que a energia diz respeito, gastando menos 300 vezes o que o Bluetooth.

Portanto e se me estão a acompanhar, para transmitir, vamos supor, um filme FullHD do meu smartphone ou tablet, para o gigantesco ecrã de 100 polegadas, além do pouco tempo de transmissão entre dispositivos, também se vai gastar pouca energia. Assim sobra mais na bateria para outras actividades.

A Panasonic está neste momento a desenvolver cenários reais para aplicar esta nova tecnologia e angariar projectos onde aplicar a mesma. A demonstração que podem ver mais abaixo está a ser desenvolvida recorrendo a um cartão de memória SD que suporta o módulo de comunicação desta tecnologia.

O WiGig é aqui usado para transmitir um vídeo para o ecrã de um assento automóvel, ou mesmo para comunicar com a viatura e obter informação relacionada com a mesma. Vejam o vídeo mais abaixo para terem uma ideia.

Fonte

Endereço de Email

SEM COMENTÁRIOS

Partilha a tua opinião